Graduação

Matemática

A formação de professores no cenário atual de mudanças na Educação Básica do nosso pais torna-se uma tarefa urgente e complexa. Urgente, em face da rapidez com que tais mudanças têm ocorrido na sociedade e, em particular, nas políticas públicas para a educação. Complexa, pelo amplo espectro de questões envolvidas na formação do educador. Recorrendo às propostas de mudança nas concepções de Educação Básica muitas delas corporificadas em diretrizes e parâmetros curriculares nacionais emanados do MEC, evidenciam-se novos padrões de formação para os alunos que requerem necessariamente novas perspectivas para a formação do educador. Entre essas novas dimensões do ensino-apredizagem no nível básico insere-se o foco na aquisição de múltiplas competências que formem um cidadão apto a participar como construtor crítico e eficaz de uma sociedade democrática e socialmente justa e a integrar o novo mundo das rápidas mudanças nos campos da ciência, do trabalho e das comunicações. Formar um profissional para essas novas tarefas educacionais impõe novos requerimentos para os cursos de preparação inicial de professores, como estabelece a Resolução CNE/CP, nº 1, em seu artigo 6:

Na construção do projeto pedagógico dos cursos de formação dos docentes serão consideradas:
  • I - as competências referentes ao comprometimento com os valores inspirados da sociedade democrática;
  • II - as competências referentes à compreensão do papel social da escola;
  • III - as competências referentes ao domínio dos conteúdos à serem socializadas, aos seus significados em diferentes contextos e sua articulação interdisciplinar;
  • IV - as competências referentes ao domínio do conhecimento pedagógico;
  • V - as competências referentes ao conhecimento de processos de investigação que possibilitem o aperfeiçoamento da prática pedagógica;
  • VI - as competências referentes ao gerenciamento do próprio desenvolvimento profissional.
Leia Mais...
Inscrever-se no RSS